Em 1934, nasce a marca de vinho de Porto que lidera em vendas no mercado português.

Hoje com mais de 3 milhões de garrafas vendidas por ano, os Velhotes vêm de uma viagem longa de um representante da Casa Cálem à Holanda, em negócios, onde encontrou e trouxe consigo um quadro que representa três amigos – um boticário, um advogado e um juíz – que todos os dias se juntavam para partilhar as suas histórias em torno de um cálice de vinho do Porto.

Lançada como uma submarca de Cálem, foi ganhando personalidade e expressão própria, conquistando consumidores em Portugal e no mercado internacional e ganhando a sua autonomia, apesar de manter a chancela da marca mãe.

Uma marca icónica do imaginário nacional, bem-humorada e próxima que procura simplificar o consumo do Vinho do Porto e que nos desafia… até sermos Velhotes.